Sensações e ilusões

Olhei, cheirei, toquei, abracei e chorei, tudo pela última vez. Vi-me rodeada de fotografias, papéis, pulseiras, lembranças de não sei quem, pedaços ti, de ti e ainda de ti, objectos que já nem sei qual o seu valor, um dia foram importantes e hoje até já me tinha esquecido que existiam. Sentada no chão do meu quarto, completamente abstraída deste calor infernal, apenas entregue ao mundo das recordações. Sorri inocentemente ao deparar-me com tal quantidade de objectos anónimos.
No fundo é bom voltar ao passado de uma forma inesperada mas que acalenta um coração cheio de saudades daquilo que já fui e não mais voltarei a ser. Tenho uma certa dificuldade em afastar o passado, quanto mais longe ele está mais me apego a ele. Mas agora preciso apenas e somente libertar-te de ti, quero que fiques tão longe quanto está o Nosso passado.
E foi hoje. Peguei em tudo o que era teu e deitei janela fora. Abri o baú das recordações e expulsei tudo o que já não faz sentido na minha vida. Tu és uma delas. Vi o vento levar cada bocado de mim, ainda tentei agarrar de novo cada pedaço despedaçado, foi em vão, já estava destinado me separar de ti definitivamente. Antes disto, com receio da despedida final até criei uma banda desenhada só para ti, onde eras a personagem principal. Prendi tu o que era teu a uma folha de papel, peguei em lápis de cor e pintei com as cores mais bonitas o mundo que deixamos por construir. Mas não eras tu, era um boneco, sem sentimentos, sem voz nem pensamentos, que sorria quando eu queria, desaparecia quando por momentos me esquecia de ti. Peguei nessa história infundada e deitei, sem remorsos, para o mundo lá fora. Agora, até nunca mais. Cria raízes noutro coração inocente e não voltes atravessar meu caminho. Olho para trás já não há nada, apenas vento acariciar o meu rosto, o mesmo vento que te levou para outro destino, que eu não sei nem quero saber qual é.

2 comentários:

rita disse...

mais uma vez, identifico-me com cada palavrinha dos teus textos :x

Lilly disse...

Cada texto que escreves, cada palavra que "pronuncias", cada lágrima que "deitas", cada sorriso que "esboças", me fascinas mais e mais :$

Note.

[Imagens recolhidas do Google e do DevianArt]

Friend(s)