Rua sem fim

A vida lá fora corre sem ninguém dar por isso. Tudo acontece sem ninguém ver. O vento vagueia pelas ruas desertas, compostas por estilhaços de cada personagem que por lá passou. Cada lugar tem a história de alguém, palavras esquecidas por quem um dia viveu o que lá deixou.
No chão frio e sujo, procura abrigo um sorriso sem dono que ficou perdido e agora apegado a uma estrada sem fim á vista, todos os dias calcada por desconhecidos sem vida. A noite e a rua sedenta de segredos, amantes sem razão, partilham entre si tudo o que viram, cada história que com prazer observaram, cada vida teatralmente encenada no meio do nada.
Um novo dia, um silêncio indiscreto, um rodopio constante, uma perda de pedaços de vida que caem a cada passo do bolso de quem por aquela rua arrasta sensações e sonhos que o próprio desconhece. Cada um traz em si desejos e um destino que renegam uma, duas, três e mais vezes. Ninguém quer, nem tem coragem de olhar para trás, levantar delicadamente o que deixou cair e voltar a caminhar, é mais fácil revogar para o depois o que na realidade queremos ser mas não conseguimos.
A vida é mesmo isto, uma rua sem fim, que em cada pedra tem a história de cada um de nós, guarda todas as vontades desperdiçadas e por vezes nos permite voltar atrás e recuperar o que perdemos, basta nós querermos.

5 comentários:

Nunziuh disse...

Hmmm... E tu queres? :) *

Nunziuh disse...

Era uma pergunta retórica oh.
Espero que seja falta de coragem e não não poderes. Porque o medo podes ultrapassar. Mas outras coisas não devem ser ultrapassadas para o nosso bem.
Posso perguntar só pq raio é que um beijinho nesta letra se transforma em caveira? Ou uma lula. Um bicho qq. Já não mando nenhum só por causa das coisas. Nhéééé! :P

Nunziuh disse...

Raio da rapariga... Era mais uma pergunta retórica! x) Assim obrigas-me a vir aqui rsp :P
Talvez apareça algo que consiga abafar o grito dessa coisa que te chama. :)
E agora xiu!

Nunziuh disse...

Só para que saibas eu não gosto que pessoas mais novas me chamem rapaz -.- no mínimo senhor.

Nunziuh disse...

Raio da rapariga. Chata! :P
Trata-me por Nuno então. Nem rapaz, nem boy nem nada que se pareça x)
E não estou a inferiorizar ninguééém! Se bem que muito gostarias tu de ter uma pilinha. AAAAH! x)

Note.

[Imagens recolhidas do Google e do DevianArt]

Friend(s)