Posso deixar sempre a conversa a meio e o resto de mim em silêncio. Tu sabes e sempre acreditas que tenho muito mais para te dizer.

Constantemente desminto tudo o que vai em mim. Mas tu conheces-me, bem demais até. Sabes perfeitamente que todas as reticências que deixo no ar escondem mais que emoções, aglutinam vírgulas e pontos finais.

E hoje acordei nostálgica. Tive saudades do que não disse e arrependi-me do muito que falei.

3 comentários:

Ines disse...

As palavras fogem por vezes, voam e vão sem qualquer rumo pré-definido.
Mas há vezes em que se recusam a voar com as mesmas asas.
Cabe-nos a nós educá-las para que voem e vão apenas nos momentos certos (:

J o a n i n h a ' disse...

Texto lindoo Cris :D

Pois temos qerida , chega a um ponto que começo a ficar farta e pronto .

Beijinho <3

A disse...

achamos que deixamos sempre algo por dizer, e que o que dissemos já foi muito para "eles"!

Note.

[Imagens recolhidas do Google e do DevianArt]

Friend(s)